Você é mesmo independente?

Eu amava quando meu pai me levava de um lado para o outro no pescoço dele. Do alto a visão era privilegiada. Mas fui crescendo, senti vergonha, quis ser independente e caminhar sozinho! Os tombos eram inevitáveis, mas o meu pai, claro, sempre estava por perto e prontamente me colocava de pé outra vez. Mas fui crescendo, e mesmo caído tive vergonha, quis ser independente e me levantar sozinho! Quando a gente ia pra uma cidade grande segurava a mão dele na hora de atravessar a rua. Tinha medo dos acidentes. Mas fui crescendo, senti vergonha, quis ser independente e me livrar do perigo sozinho! Na escola tudo era novo e estranho. Chorei e por muitas vezes desejei ficar em casa. Para me incentivar, meu pai me levava até a sala de aula e fazia questão de me ensinar o que ele sabia. Mas fui crescendo, senti vergonha, quis ser independente e aprender sozinho! Nos fins de semana amava passear com meu pai. A gente ia pra praça durante

[impulsosocial]

Jean Costa

Cristão, moro em Macau/RN, tenho 45 anos, cinco lindos filhos, Missionário Virtual, viciado em leitura e apaixonado por internet.

Você pode gostar...

Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa com Comentários em VídeoAssista a 1ª Aula AGORA
%d blogueiros gostam disto: